WooCommerce – Criar novas abas para os produtos.

Criar novas abas para as páginas de produtos do WooCommerce é muito simples.

Basta utilizar o filtro woocommerce_product_tabs para isso, veja um exemplo:

Criamos uma funçao chamada cs_register_woocommerce_product_tab(), onde ela recebe o parametro $tabs, este parametro carrega as abas que já existe no WooCommerce e com um array adicionamos a nossa aba.

Os parametros para criar a nova aba são:

  • title – Título da aba
  • priority – Prioridade, ordem que a aba vai aparecer
  • callback – Função callback que será responsável por exibir o conteúdo da aba.

As abas nativas do WooCommerce tem os seguintes valores para priority:

  • Descrição/Description = 10
  • Informação adicional/Additional Information = 20
  • Avaliações/Reviews = 30

Desta forma configurando como 60 faz com que a nossa aba apareça por último, entretanto poderíamos ter usado 15 para aparecer entre “Descrição” e “Informação adicional” (ou “Avaliações” caso o produto não possua informações para ela).

A função callback deve ser usada para exibir o conteúdo da aba, sendo possível você pode chamar as variáveis globais $post ou $product para auxiliar na composição do conteúdo.

E ainda é possível remover as abas nativas da seguinte forma:

Plugins atualizados para o WooCommerce 2.1

A versão final do WooCommerce 2.1 deve ser lançada em breve, hoje já é possível testar a versão beta 2  deste novo release.
Muita coisa mudou no código, entretanto apenas uma parcela bem pequena pode dar problema com algum tema ou plugin, desta forma recomendo fazer testes antes de atualizar.

Vai valer muito apena atualizar para a nova versão, pois ela tem integração total com o novo tema do admin do WordPress, relatórios melhorados, foram simplificadas as telas de configurações do plugin e como falei, o código foi reformulado e esta muito melhor e mais rápido.

Acompanhando a nova versão na semana passada atualizei os seguintes plugins:

Todos eles estão funcionando perfeitamente com a versão 2.0 ou superior do WooCommerce.

Com essas mudanças foi abandonado o suporte para as versões 1.6.6 e anterior, pois são versões muito antigas (de um ano atrás) e até mesmo extensões do site do WooThemes não estão mais dando suporte.

Também estou ajudando na tradução do WooCommerce pelo Transifex Oficial do WooThemes (faltam umas 80 palavras do admin, quem quiser ajudar basta entrar na equipe de tradução e traduzir).

Agradeceria muito quem poder testar os plugins com a nova versão do WooCommerce (seja o beta que temos agora ou as versões RCs que deve sair logo) e me dizer se encontrou algo errado.

Gosta do meu trabalho?

[button_class class=”icon-gift” href=”https://claudiosmweb.com/doacoes/”%5DMe pague uma cerveja então![/button_class]

WooCommerce – Remover método de pagamento do WooCommerce

As vezes em certos projetos precisamos apenas usar um ou dois métodos de pagamento e deixar os outros indisponíveis.

Entretanto os métodos de pagamento padrões do WooCommerce continuam aparecendo no admin da loja e isso pode ser arriscado quando você tem um cliente que poderá editar a loja e adicionar métodos de pagamentos errados, sem saber o que fazendo.

Você pode remover estes métodos de vez de todo o WooCommerce utilizando o filtro woocommerce_payment_gateways, segue um exemplo retirando o método Mijireh Checkout:

WooCommerce – Adicionar intervalo entre números de CEPs para “Retirar no Local” e “Entrega Local”

As vezes é necessário limitar os números de CEPs para fornecer as opções “Retirar no Local” e “Entrega Local” como métodos de entrega.

Desta forma você pode criar um intervalo entre números e utilizar na opção CEP para isso como no exemplo:

local-pickup

No exemplo do CEP deve estar entre 1860*-*** e 1861*-***.
As opções “Retirar no Local” e “Entrega Local” ficarão disponíveis apenas se o CEP do cliente estiver neste intervalo de números.

Ambiente de desenvolvimento para WordPress com Vagrant

Vagrant é a melhor forma de desenvolver com um ambiente de desenvolvimento padronizado, ótimo para trabalhar em equipe ou desenvolver através de diversas plataformas.

Caso você não sabia ainda o que é Vagrant recomendo a leitura deste meu post no site da Infranology:

Recentemente resolvi colocar como Open Source uma versão do meu script de Vagrant para WordPress. E é possível encontra-lo no GitHub:

[button_download href=”https://github.com/claudiosmweb/vagrant-wordpress/”%5DVagrant WordPress[/button_download]

 

Veja como utiliza-lo:

Requerimentos:

Instalação:

Para instalar basta rodar os seguintes comandos:

$ git clone git@github.com:claudiosmweb/vagrant-wordpress.git wordpress
$ cd wordpress
$ git submodule init
$ git submodule update
$ vagrant up

Depois de alguns minutos a maquina virtual já estará instalada e funcionando. Note que foi criada a pasta wordpress/data onde esta a instalação do WordPress.

Por final basta acessar o WordPress no navegador pelo seguinte endereço:

http://127.0.0.1:8080/

Também é possível acessar o phpMyAdmin:

http://127.0.0.1:8080/phpmyadmin/

Dados do phpMyadmin:
Login: root
Senha: vagrant

Detalhes da instalação e configuração:

Para detalhes da instalação e configuração acesse a página do script no GitHub:

[button_download href=”https://github.com/claudiosmweb/vagrant-wordpress/”%5DVagrant WordPress[/button_download]